quinta-feira, 10 de junho de 2010

Com amigos como esses...


Você tem um amigo? Veja bem, não é um colega de sala ou de trabalho, ou o cara que joga no fim de semana no seu grupo de RPG ou o camarada que conta como ganhou a mina na balada. Você tem aquele cara que naquela hora que tudo dá errado ele fica do seu lado nem que seja apenas para escutar seus lamentos e seus problemas?
Bom, não sei quanto a você, mas eu graças a deus tenho alguns, e vários deles ainda frequentam minha casa. Esse é um dos motivos que gosto tanto do RPG, são as amizades que consegui nestes anos de aventuras tanto em minhas mesas de jogo como nas atividades da Ludus ou nos eventos que participei.

Mas esses são poucos e seletos. Na verdade ao sentar para escrever estava pensando em aqueles que se declaram amigos, principalmente quando você esta em uma "posição privilegiada" e subitamente as pessoas começam a lembrar o quanto gostam de você.

Hoje eu conversava com dois amigos em ocasiões diferentes e tocamos no mesmo assunto de formas distintas.

Conversando com Leandro Delmanto sobre um título MUITO LEGAL que a Devir deve lançar em breve (e que não posso citar qual é a pedido dele) comentávamos sobre aquela interessante criaturinha que abunda na internet, principalmente em foruns, que adora vir com revelações assombrosas ( e por demais fantásticas também...) graças a amigos que são fontes seguras que não podem citar o nome para não se complicarem. Na esmagadora maioria dos casos a notícia ou é uma fábula ou é uma interpretação errônea vinda de alguem que só conhece uma parte da história. Mas, como a fonte não pode se "comprometer", quando a verdade aparece não há como cobrar ninguém a respeito. Ou alguem conhece um amigo chamado Fonte Segura da Silva?

E não sei quantoa opinião dos outros, mas um cara que solta informaçõe falsas ou erradas sobre meu trabalho NÃO É meu amigo.

Mas um outro caso interessante sobre "amizades" esta acontecendo com meu amigo d3. Como estamos com problemas de estoque na d3store, estavamos cuidando desse problema quando ele me comentou os transtornos que tem passado com os arranjos da RPGCON. Por motivos óbvios (ele me mata se eu contar!) não vou citar nomes, mas tenham certeza que seriam facilmente reconhecíveis.

Um evento como o RPGCON não sai barato, alcançando quase a marca de seis dígitos para realizá-lo. E, embora possa ser uma surpresa para alguns, RPG não é uma atividade que move grandes quantidades de dinheiro (caso você seja um daqueles que acha que RPG move centenas de milhares de dólares aqui no Brasil, por favor, entre em contato comigo que tenho um viaduto seminovo para vender!), e nem mobiliza grandes empresas interessadas na "lucrativa" indústria brazuca de RPG. E mesmo a cobrança de ingressos acaba não pagando custos como aluguel do local, montagem de stands e gastos com pessoal. Mesmo assim, ainda surgem grupos e empresas que querem lucrar com o evento (sim, ganhar dinheiro!) mas não acham certo pagar nada por isso, achando um absurdo cobrar aluguel de espaço, quando o que eles estão fazendo é ajudar o evento ou divulgar o hobby. E, quando se fala em custos, vem com o papo "poxa, nõs somos amigos/parceiros/colegas/confrades/sócios/qualqueroutracoisa e você quer cobrar de mim? Cara, você não era assim. Pô, eu estou trabalhando para viver!"

OK, e nós que temos loja/empresa/iniciativa não fazemos isso também para viver?

Então você quer um espaço no meu evento para vender seu produto, não quer pagar nada por isso e quer ainda decidir onde vai ficar?

Claro, você quer que o produto que eu vendo na loja seja vendido para você com um desconto tal que eu fique com lucro zero? Pior, quer um desconto maior do que o que tenho com a distribuidora?

Ah, então você quer que eu monte um evento para que você venda seu produto e eu não ganhe nada com isso, apenas uma sensação de dever cumprido?

Puxa, parece realmente uma boa idéia permitir que você que me ataca e critica sempre que pode agora participe da atividade que estou organizando para poder se promover.

Claro, afinal somos amigos!!!

Por sinal, segure um momento este pacote com este... relógio que eu já volto, OK? Amigão!!!

Tic-tac-tic-tac-tic-tac...

Um comentário:

Daniel disse...

Dá vontade de dizer, com o perdão dá palavra, "chupa aqui meu dedo pra ver se sai leite, amigão!"

Eu sei bem como é isso. É a mesma coisa dos "amigos" que só se lembram de mim na hora de me pedir pra fazer algum layout ou ilustração de graça. É muito FO-DA.

Amigo de verdade é o que paga mesmo com vc não querendo cobrar nada. É o que sabe que aquilo é seu trabalho e valoriza o que você faz. Quando você não vai ter ônus beleza, mas o cara que sabe que você vai se dar mal ou ter trabalho e ainda assim fica querendo se dar bem em cima de você, isso não é amigo.

Ah Jaime, não consegui comentar no outro post, mas é bom ver seus "pitacos" de volta. Você faz falta, grande! Abraço!