quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Bateram o martelo...

E o resultado foi... Senhor da Guerra!!!!!!

Comentários? Nem sei se me animo. Há vários pontos a serem analisados, e nem sei se vale a pena isso. Eu apenas tenho medo de onde isso pode chegar.

Uma pergunta que talvez ilustre o meu ponto de vista.

Eu não entendo LHUFAS de computador. Sei liga-lo, conectar na internet e vamos lá! Toda vez que vejo alguem abrindo um computador tenho medo daquilo de que algo que esteja espreitando lá dentro tenha a chance de sair e me atacar. Pensem numa pesquisa que irá definir qual o único tipo de processador que será permitido em território nacional. E o voto que vai desempatar é o meu! E aí?

"Ah, mas eu sei ler em inglês, então eu consigo entender qual a melhor definição!"

Pode ser, mas o fato de saber ler uma poesia não significa que eu vá realmente entendê-la...

E onde isso vai parar? Depois que a caixa é aberta, quem vai decidir o que sair dela? Por que uns termos serão consultados e outros não? O público vai aceitar isso?

"Ah, o jogador brasileiro é maduro o suficiente para saber até que ponto pode ir!"

O mesmo público que tentou fraudar a enquete de AMBOS os lados?

D3 é um grande cara! Safo que só ele! Fez o que achou certo! A vontade dele como editor da linha é o que vale! Sua experiência com o produto é o que vale. E eu respeito o cara demais para questionar a sua decisão.

Mas... sei lá, se um tradutor é escolhido para o trabalho, e isso ainda vai passar por uma preparação e depois revisão, porque é necessário uma votação então? Ou isso vale apenas para o RPG? Fico pensando em como seria se tivessem feito isso para Harry Potter... mas seria uma brilhante campanha publicitária!

Talvez eu esteja com medo por logo, logo virar vidraça, mas outra imagem que me vêm a mente é um jurí composto pelo povão para o programa Ídolos, julgando que é o melhor, Calcinha Preta ou Bach...

Como? Ah, eu votei em Estrategista!

Despeito de derrotado? Pensem como quiser...

4 comentários:

guerrasdraconicas disse...

também votei em estrategista :P, mas aceito o resultado, se bem que se eu estivesse lá teria anulado a parada se tivesse visto uma fraude, e ai teria tentado achar uma forma de fazer outra enqueta com menos chance de fraude :P. Talvez por comentários nos foruns (não valendo usuários novos). temos muitos Foruns, cada usuario registardo faria seu voto, e mais nenhum, novos usuarios não votariam (além de ter seus cadastros analisados contra isso). Infelizmente só valeria uma vez, pois depois o pessoal faria centenas de contas só pra futuras votações serem fraudadas! Quem sabe implementar uma chcagem de digital? Desisto! Melhor é obter a opniões (as validas), refletir sobre elas e depois decidir.

KoutzUra disse...

Minha opinião é de quem está completamente alheio ao assunto, então perdona-me por besteiras que eu possa dizer.

Mas acho que Senhor da Guerra é um nome mais "apelativo" e até mais familiar para os brasileiros. Independentemente de "estrategista" descrever melhor o Warlord.

De qualquer forma, não entendi se a reclamação foi sobre ter votação ou sobre o nome ser "senhor da guerra". Também não entendi o que "pode sair de dentro". Se bem entendi, é só questão de nome... (se bem que às vezes o nome é tudo)

Como fiz algumas matérias de poesia na faculdade, posso dizer - entender poesia depende de vários fatores: O quanto você sabe do contexto histórico que o autor quis colocar na poesia, o quanto você sabe da biografia do autor e o quanto sua cabeça consegue viajar pra entender as metáforas (entre outros fatores, mas não convém ficar falando de poesia aqui). Em outras palavras: é mais difícil do que as pessoas "comuns" pensam. (principalmente porque a maioria diz que "poesia não é pra ser entendida, é pra ser sentida")

Jaime Daniel disse...

Leandro: O meu comentário foi a respeito da necessidade de fazer uma enquete para definir um termo de jogo. Não vejo a necessidade disso e ainda acho que isso gera precedentes para futuras dores de cabeça. Se faz para um termo então por que não para outro?
Pra mim não faz diferença qual o termo usado. Até hoje volta e meia auinda uso Feat ao invés de Talento...
O que quis dizer é que acho ridícula essa pressão do público em um mero termo de jogo.

Mas vá lá! O que importa é ter D&D em português... :)

Jaime Daniel disse...

Rodrigo: Então, talvez pudéssemos... não, não funcionaria!
Tem razão! É complicado demais pensar nisso!
Seguinte: Senhor da Guerra tá aí e pronto! :)

Abçs!