sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Adotando rótulos...

Eu não sou um interneteiro de longa data. Creio que foi em 2004 que comecei a acessar realmente a internet e a participar de foruns e listas. Isso foi principalmente por causa da LUDUS CULTURALIS, pois os diretores anteriores não viam muita importância em saber o que se falava sobre a entidade no mundo virtual. Comecei então a lentamente fazer o trabalho de divulgação da LUDUS. Quem ficar brincando no Google verá que a grande maioria das informações sobre a entidade que circulam por aí ou são minhas ou foram fornecidas por mim direta ou indiretamente.

Mas, além da obrigação com a associação, também me interessei vividamente pela difusão do RPG por causa tanto do que aprendi lidando com tantas feras da pesquisa do RPG e educação como também por vivenciar em primeira mão experiências empolgantes de jogadores de primeira viagem, principalmente durante o Projeto RPG nos CEUs.

Mas até hoje, não obstante meu empenho em desvincular as imagens, muita gente confundi e acha que a LUDUS CULTURALIS e a Devir são a mesma coisa, ou que a associação pertence a editora. Na verdade, para alguns é interessante tentar descredenciar de alguma forma a entidade, porque tem receio de lidar com ela. Já encontrei pretensos especialistas e pesquisadores em RPG & educação que nunca estudaram de fato NADA a respeito, mas o título fica tão bem no currículo, não é mesmo?

Bom, durante um bom tempo eu tive travando contatos com diferentes editoras e escritores, sobre variados assuntos, mas em geral sobre divulgação do RPG. Por motivos óbvios tenho excelentes contatos na Devir: minha mulher, Maria do Carmo Zanini e vários amigos em maior ou menor grau, mas principalmente Douglas Reis, D3 e caco. Em outras editoras tive o prazer de conhecer outras pessoas, como Deldebbio e Norson, da Daemon e o Marcelo e Cristiano, da Conclave. Infelizmente nunca consegui uma boa conversa com a galera da Jambô, embora tenhamos amigos em comum, mas tive contatos variados com outras pessoas da área.

Sempre me empenhei em divulgar o RPG como hobby por acreditar em seus benefícios como atividade social e integrativa, e tentei nunca me manter preso a nenhum sistema ou editora específicamente, a não ser em casos de trabalho, como a Bienal do Livro em 2006, ou convites especais, como o Desafio D&D. Outro motivo também foi o medo de que isso marcasse a LUDUS como associação que só trabalhava com esta ou aquela empresa. Mas, sendo brutalmente sincero, a única empresa ou grupo que realmente procurou a LUDUS ou se importou com ela foi a Devir, MegaCorp e alguns grupos e portais de RPG. O resto simplesmente preferia ignorar-nos...

Eu fiquei de 2004 até 2008 nisso, e esperava que agora, tendo terminado meus mandatos como presidente eu pudesse me dedicar a assuntos mais pessoais, mas por motivos diversos que não me interessam mais falar a respeito estou novamente como diretor da Ludus, ainda que apenas como secretário. Porem, eu não quero mais ficar parado e me abstendo de dar opiniões por causa de minha função na associação. Ou ainda deixando de lado projetos pessoais por isso. Além do mais, já esta bem claro quem está ou não afim de ajudar a entidade, então...

Meu blog NÃO É um blog de RPG! É um blog de um jogador de RPG. O motivo que apenas trato do jogo (pelo menos ultimamente) é que o RPG esta no meu dia-a-dia obrigatoriamente. Minha mulher é editora da linha Storytelling. Meus melhores amigos quase todos conheci através do RPG. Temos encontros aqui em casa TODA semana e ainda organizo um encontro de jogadores mensal e participo de outro semanal. E agora ainda tem mais!

No último mês me tornei representante comercial da Devir Livraria, ou seja, faço vendas dos produtos da Devir (somente livros e quadrinhos) para lojas de todo o Brasil. E ainda finalnente recomecei a tradução do livro que deixei parado durante dois meses e que esta na minha mão, o Call of Cthulhu. Ou seja, finalmente (apesar das alegações de uma certa conhecida figura do RPG) eu vou começar a ganhar dinheiro com meu hobby.

Isso talvez me atrapalhe com os eventos que gosto de realizar, principalmente porque embora eu na prática seja um free lance da Devir, eu inevitavelmente serei rotulado como "cara da Devir".

E tô me lixando...

Eu sei o que estou fazendo e o que quero fazer. Eu vou continuar tentando realizar meus projetos de divulgação do RPG com quem quiser ajudar, seja de onde for. O Halloween serviu para vislumbrar outras possibilidades. Se der certo, ótimo! Vamos em frente! Se não der, fiz o que achava certo, paciência!

Não estou preocupado com louros ou ovações! Se fosse assim eu estaria desesperado para fazer matérias que agradassem todo mundo e colocaria links em todos os blogrolls possíveis, como a febre que atualmente assola os blogs de RPG em busca de cliques. Eu não entro nessa. Tenho meu espacinho aqui, que basicamente só meus amigos entram de vez em quando. Quando eu quero alguma coisa de maior alcance, como as matérias sobre os indies ou as traduções que vou lançar, apelo para o Atsumi, D3 System e a RPG online., boas amizades que devo ao RPG. Então não tenho que me preocupar com nada, a não ser minha mulher, meu filho, meu trabalho e meus amigos, que de um jeito ou de outro devo também ao RPG. Por isso faço o que faço.

Porque eu gosto!
Porque eu posso!
Porque eu devo!
Porque eu gosto!

Que venham os rótulos!

8 comentários:

Daniel Anand disse...

Cara, se você conseguir trazer o CoC pro Brasil, não vai ser o "cara da Devir", vai se o "cara do CoC", o que é muito mais legal! :D

Phil Souza disse...

Aha! Foi você o culpado por eu esperar Call of Cthulhu! Fique ciente que se escrevi esse post foi então em sua homenagem Jaime! :D

http://dadoslimpos.criandorpg.com/a-triste-vida-de-um-escravo-do-rpg/

Tudo bem que ele é mal interpretado demais, mas até que faz bastante sucesso, depois pago sua cota nos diretos autorais :D

Rapaz, rótulo de "cara da Devir" pode ser inevitável, mas quem pensa assim nem vai merecer credito. Já imaginei muita conspiração na galera do D3System, mas hoje posso dizer que já tirei essa impressão errada, preconceito bobo mesmo.

E quanto aos blogs e aos cliques, liga não que isso é empolgação inicial. Todo mundo brincando de SEO, SAIO e outras siglas engraçadinhas. No final só quem está naquele espaço por que gosta vai ficar.

Sua esposa é a Zanini? Acredite se quiser eu não sabia. :D

Jaime Daniel disse...

salve senhores!

Daniel: Seria engraçado, realmente...

Phil: Na verdade o CoC tá na minha mão a pouco tempo... e só a parte de regras, porque a parte "literária" do livro tá com outra pessoa. Sobre os blogs eu dou risada, minha cabeça tá em outra, na minhs lista de blogs eu coloquei os blogs de pessoasque gosto ou que tinham propostas interessantes. Da última vez que vi alguns deles nem tinham link pro meu... normal isso, cada um com seu brinquedo.

Pra falar a verdade, não faço a mínima do que é SEO, SAIO e nem entendi ainda como funciona o tal RSS... Neanderthal total!

E sim, com MUITO ORGULHO, sou casado com a Maria do Carmo. XD

Obrigado por aparecerem!

And Becker disse...

é isso ai... e que fique registrado que Eu, Luciano Santos, mais conhecido como And, acho o "cara da Devir" legal :D

KoutzUra disse...

Ohhh, Call of Cutúlo! =D Mal posso esperar! (ultimamente tenho sido atraído por coisas do tipo, como zumbís e deuses monstros abissais. Interessantemente não tenho nenhum interesse em vampiros. =P)

RPG não faz parte do meu cotidiano. Sinto um pouco de inveja...

Claro que eu poderia me mexer e lidar com isso mais ativamente, mas a verdade é que apesar de gostar da coisa, não gosto tanto assim a ponto de (prefiro jogos de computador, porque não tenho que lidar diretamente com outras pessoas). =(

Apesar de algumas pessoas dizerem o contrário, funciono melhor "seguindo ordens" do que "liderando". E também não me sinto à vontade falando com outras pessoas... Isso dificulta um bocado.

Interessantemente eu funciono melhor como mestre do que como personagem jogador. Talvez seja por causa da minha falta de experiência como jogador. =P

Jaime Daniel disse...

Salve!

And! O cara da Devir também curte muito vc! Valeu!

Leandro!

Eu jogo videogame a mais tempo que vc! Dou um conselho! Jogue mais RPG! Videogame é DEZ! mas contato com pessoas e a amizade que pode vir disso é bem melhor...

abçs!

guerrasdraconicas disse...

salve(:P)
Estu de olho no blog e no mutiplay, e desejo boa sorte na tradução de CoC, qunato mais tiulos melhor para o RPG! Espero que a divulgação desse RPG seja boa fora do RPG, pois leitores de Stephen King e de H.P. Lovecraft seriam bem viondos ao hobby!

Jaime Daniel disse...

Salve!

Estivemos pensando nisso no Halloween no MdT. Eu ainda planejo lançar em português um Indie americano gratuito que espero que agrade ao pessoal que gosta de sistemas simples. Vamos ver...
E obrigado por postar!